20 de jan de 2017

Sentimento morto

Dentro da minha cabeça tudo se revirou durante alguns segundos. Tudo ficou turvo e aquela sensação de certeza de quem eu era foi embora. Não  compreendi o que foi feito ou o que significaria. Não por ninguém, a não ser por mim mesma, que já não podia ser o que era.
Retornar sempre foi um caminho pelo qual nunca quis andar. Retornar a quê?
Sempre tem um quê de retrocesso.
Nunca me apeguei ao passado.
Sempre morre.