11 de dez de 2009

Quando não tenho tempo me acho mais burra.
Mais estranha e mais sozinha.
Não ter tempo é muito bom.
A cabeça funciona melhor.
O coração não perde o ritmo, mas quero ter tempo também
pra dedicar às pessoas que eu amo.
Quero ter tempo de sentar no sofá e rir dos
programas de TV com minha mãe. Quero ter tempo de ir num
domingo comprar o jornal com meu pai.
Quero ter tempo de passear sábado à tarde
com um amigo que não vejo há tempos, por causa do tempo.
Quero ter tempo de viajar. Descobrir uma coisa nova em algum livro.
Quero ter tempo de sentar no quintal,
comer uma manga que nem quando eu era criança.
Não sou mais criança, mas quero ter tempo pra ser criança.
O tempo é a gente que inventa e é a gente que dá,
mas eu desaprendi a fazer.

9 comentários:

Marcelo Mayer disse...

quando vc dorme já sabendo que tem tempo de sobra dia seguinte... é quando percebo que estou na merda

Bela disse...

Coincidência também estou falando sobre o tempo.
Eu também desaprendi a fazer, rsrs.
Bjinhos ;)

Little dreamer disse...

Eu quero q o tempo faça a dor passar. So isso!

Pâmela Marques disse...

Eu ando com tanto e ao mesmo tempo com tão pouco. Queria tudo isso que você falou, mas falta mais a coragem de muita coisa, do que tempo.

Vital disse...

o tempo etereamente escapa e fica no ar contínuo pra sempre ou nunca.

lívia ramos disse...

ter consciência disso já é tão bom, então, o tempo fica a favor...

gabiz disse...

eu não sei pensar sobre pressão ;

Sarah Caramelo'S disse...

Não ter tempo é muito bom, mas é ruim também. Concordo plenamente com você :D

deliciasgeladas disse...

Pobre de mim, agora tenho tanto tempo livre que não sei como usá-lo.
Se resolvo ler, bate aquele sono e eu durmo a tarde inteira.
O tempo é assim, sobra para uns, falta para outros, mesmo sendo igual para todos, vai entender.