9 de nov de 2009

'quem não tem amor no mundo não vem neste lugar
quem não vê azul profundo não tem mais pra onde olhar
quem tem medo traz no peito o óbulo da precaução
eu trago um anjo nos braços e ouro no coração'

                                        santorini blues,



revolução de verdade pra mim é abrir o peito na direção dos canhões.
ter medo, muito medo, mas mesmo assim não desistir.

16 comentários:

lívia ramos disse...

"ter medo, muito medo, mas mesmo assim não desistir."

je suis d'acoord!

adoro teus escritos.

Marcelo Mayer disse...

perfeito... ter coragem traz a morte e o desespero.

Vital disse...

viver é um risco
e um risco mair ainda viver sem riscos
nem surpresas!

Tay'' disse...

Seus textos são tão perfeitos *-*
adorei essa parte:"revolução de verdade pra mim é abrir o peito na direção dos canhões".
bjus flor ;*

Lu disse...

Esse post me lembrou uma frasa da eterna Elis Regina: "Entre o muro e espada, eu me atiro contra a espada".

Perfeito seu texto!

Beijos.

Little dreamer disse...

Falou pouco disso TUDO coisa linda! *-*
Ta certtissima. O lance é NUNCA desistir. Medo é normal, ainda acho q qnt mais, melhor.

Priscila Rôde disse...

E a verdade é pra poucos!

Beijos.

Bê Matos disse...

Andou revolucionando por aí, Diana? :)

Desmanche de Celebridades disse...

Muito Bom!
Um tapa na cara de vários blogueiros que descrevem o amor de forma decadente e desesperançosa simplesmente por terem medo de amar. Decadencia e desesperança é desamor, não amor. Frustrações fazem parte da vida e só sao vencidas com amor, não com a descrença nele.

Abraços.

Pâmela Marques disse...

Tudo o que eu precisava ouvir.
Quem sabe eu não crie coragem também.

RafaaCrispim disse...

otimos textos..adorei!

Pequena Poetiza disse...

tenho enfrentado minhas revoluç~çoes internas com peitos de ferro. Protegida por escudos sem que o de dentro me atinja e sem que o de fora possa interferir.

beijos

Sarah Caramelo'S disse...

"ter medo, muito medo, mas mesmo assim não desistir."
*------------*

renata disse...

tem que ter fé, sempre penso assim.
beijos!

Aspásia Mariana disse...

medo e mesmo assim...

Matheus N. disse...

e não?
lançar o rosto na frente
abrir os braços e abraçar
infinitamente verdade
que morrer só é bom se for todos os dias :)