23 de set de 2009

imagino que deve ser algo grande.
                               grandioso.
 porque me quebra em três pedaços e não quero mais colar
                                                   quero permanecer assim,

        
                               deitada do lado oposto
                                observando o movimento das folhas em frente à porta.
                                sentindo as borboletas fugirem do meu estômago
                                                
                                              (tente mantê-las aqui, por favor)

5 comentários:

Priscila Rôde disse...

Me senti nesse post! :O

Adorei! ;)

Pequena Poetiza disse...

pude sentir a sensação de estar assim
em pedaços e gostar
do que te quebra mas recompõe

beijos

Julius Alvares disse...

Achei lindo...
Vou seguir.

Matheus N. disse...

e eu imagino :)


:*

little dreamer disse...

So elogios. Me identifique nesses pequenos pedacinhos :S