20 de set de 2009

Deitada em teu colo, observando alguma coisa acontecer entre a sala e cozinha de casa, mas talvez nem ligasse, queria mesmo era que não parasse de fazer o cafuné nos meus cabelos desorganizados. E a gente fica ali, naquela brincadeira de implicar um com outro até que eu seguro teu rosto entre minhas duas mãos e te puxo pra perto dos meus olhos pra dizer o que está preso embaixo da minha língua. Olho nos teus olhos castanhos e você me sorri. quase já sabendo o que eu vou te contar, mas não consigo. (E quando vejo teus olhos brilhando com uma felicidade tão verdadeira é que eu tenho mais certeza de tudo) Levanto e digo: “preciso de um banho” e vou embora.

3 comentários:

Priscila Rôde disse...

Ahhhhhh.. =/
Fique aqui na expectativa de você dizer outra coisa.. hahaha

Beijos Diana, boa semana! ;*

Luciano de Sálua disse...

... E vamos embora contigo...

Lu disse...

Espera que fosse outra coisa, rss... Um beijo, uma palavra de carinhosa... Que fosse para banho, mas levasse a pessoa também, rs! Muito legal, gostei. Parabéns!