8 de jan de 2009

Quase
toda vez que eu quase corro eu quase torço o tornozelo, vem daí minha desconfiança que minhas pernas não são lá tão retas quanto deveriam. ou tão fortes. sei lá. é assim com a maior parte do corpo que se diz meu. é tudo sempre quase estranho ou quase bom. quando me apaixono, é sempre um quase- amor e quando termina é quase-morte. é sempre um quase céu a vida toda, mas não me dói mais tanto ser no quase. porque eu sou quase alguém de verdade.

5 comentários:

Cleyton disse...

Um dos seus melhores textos, de todos os que li. Lindo, eu quase chorei.

ela disse...

que ótimo.

bom seria se fosse um quase orgasmo, quase uma vida juntos, quase que tu foste embora e me deixou com dor. mas não foi quase.

vanessa [violeta] disse...

Sendo quase já é toda linda, imagina se fosse inteira !!!

Beijo
.

Thalita Araújo disse...

pior que não, é quase.

Aurelia Aurita disse...

Querida, você precisa subir no telhado. Eu quase desisti...