7 de set de 2008

era como se eu tivesse levado um soco na boca do estômago. tudo ia cair em cima do meu corpo magro e o chão se abriria e me consumiria pelo umbigo. em dois ou três segundos eu seria reduzia à nada. mas fiz o movimento de baixar a cabeça e o sangue voltou aos vasos e veias. e eu enfim, pude respirar aliviada.

2 comentários:

O Velho disse...

Ufa!

Nunca esqueça de respirar!

Saudades!

;-)

Diana Valentina disse...

esqueço não.