14 de ago de 2008

feita dessa dor que bate de vez em quando. quando a energia deu uma baixa pra proteção do meu espírito. e as brechas abertas são portas gigantescas pros que querem nos enfraquecer. mas a força vem de algum lugar que nem se imagina. procuro saber o motivo que me leva a querer sempre me defender sozinha. e meu espírito me diz que é porque somos seres solitários desde sempre. por quê então o medo de ser sozinho? o que representa o outro ser pra você? questões dificeis sim e porque essa justificativa que é pra viver melhor é mentira. e que viver sozinho também é melhor, não é.
a ponte é até onde vai o meu pensamento.
não defendo nenhuma das duas formas de pensamento.
não hoje. não essa semana. não nesse mês. eu defendo a mim mesma.

2 comentários:

Wagner Marques disse...

a dor é uma espécie de cócega ao contrário...

Diana Valentina disse...

=)